segunda-feira

Desejo da carne


Eu ia fazer um post com a música de Pink, mas resolvi deixar pra depois. Porque ele acaba sendo um texto de ajuda, ou sei lá como classificar. E este tipo de texto não é pra mim agora, porque estou em momento meio safado, então publicar algo de ajuda não vai resolver, a não ser que essa ajuda seja... Enfim, às vezes o desejo da carne é tão forte que não controlamos e temos um momento 'íntimo' com nós mesmo, acho que me entenderam e não adiantam dizer que não têm esses tipos de desejos porque ninguém é santo, todo mundo sente o desejo da carne. Alguns recorrem aos supostos vídeos da internet, outros a revistas escondidas debaixo do colchão, outros, ou melhor, outras, recorrem ao seu próprio vibrador. Momentos assim, são importantes porque é ai que conhecemos mais o nosso corpo. É um pecado? COM CERTEZA! Mas qual ser humano vive sem pecado? Ninguém, óbvio!
Algumas pessoas pessoas vão se assustar com esse tipo de post, talvez sejam virgens mentalmente, nunca imaginaram algo do tipo, mas enfim, tudo tem uma primeira vez. Como ia dizendo, esse momento 'íntimo' nosso, é ótimo para relaxarmos, quebrar um pouco a tensão do dia-a-dia e curtir o seu prazer, é como dormir, repõe as suas energias.
Bom, acho bom parar por aqui porque senão vira um post de pornografia e esse canto aqui não é isso, só em minha cabeça masculina, como vocês mulheres dizem: Homens... e blá blá blá!

Frases, trechos de músicas, trechos de filmes e afins


A palavra é o meu domínio sobre o mundo. (Clarice Lispector)

De repente a gente se encontra numa esquina, num outro planeta, no meio duma festa ou duma fossa, a gente se encontra, tenho certeza. (Caio Fernando Abreu)

Quem nunca saiu com o cara errado que atire a primeira pedra! Mas atire nele, por favor! (Tati Bernardi)

Todos querem o perfume das flores, mas poucos sujam as mãos para cultivá-las. (Augusto Cury)

Às vezes o amor dura, mas às vezes ele fere. (Adele - Someone Like You)

Então quando mundo estiver me guerras, deixe o nosso amor curar a todos (1+1 - Beyoncé)

E todas as coisas que queria ter dito são tocadas repetidamente até tornarem-se loucura na minha cabeça. (Youcould be happy - Snow Patrol)

Quando uma árvore é cortada ela renasce em outro lugar. Quando eu morrer quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz (Tom Jobim)

Não ligo que me olhem da cabeça aos pés, porque nunca farão a minha cabeça e nunca chegarão aos meus pés (Bob Marley)

As mais belas frases de amor sã ditas no silêncio de um olhar (Paulo Coelho)

Eles me ensinaram o significado da lealdade, e a nunca esquecer aqueles que amamos (Sempre ao seu lado)

Às vezes perder o equilíbrio por amor faz parte de viver uma vida em equilíbrio (Comer Rezar Amar)

Não se pode substituir ninguém, porque todo mundo é uma soma de pequenos e belos detalhes. (Antes do Pôr-do-Sol)

Nunca falhei com ninguém em que acreditasse. (Marilyn Monroe)

Eu não posso acreditar nas coisas, elas não acreditam em mim (Marilyn Manson)

A amizade é um amor que nunca morre (Mário Quintana)

Purifica teu coração antes de permitires que o amor entre nele, pois até o mel mais doce azede em um recipiente sujo (Pitágoras)

Deve-se temer mais o amor de uma mulher, do que o ódio de um homem (Sócrates)

Quando você é criança você é tão ingênuo a ponto de achar que ser adulto é legal (Pc Siqueira)

Essas são algumas frases de música, pensadores, filmes favoritos meus. Eles refletem mais ou menos o que eu penso e sinto. Não consigo como eles expressar os mesmos de forma alguma, nem falas ditas, escritas... Somente pensadas que acaba não valendo de nada porque são expressas somente pra mim. Então, recorri as suas frases, aos seus trechos de músicas, aos seus trechos de filmes para que simbolicamente expresse (que mania dia ficar falando de expressão é essa minha?) de tudo um pouco.

quarta-feira

Debaixo do pé de figueira


Todos diziam que ela era estranha, fechada, metida, às vezes; todos sabiam julgá-la. Mas de uma coisa ninguém sabia... Os seus problemas, as suas dificuldades, os seus sofrimentos, as suas tristezas, todos ocultos, os seus sentimentos. Ela simplesmente vestia uma manta que tampava todas essas coisas e saia. Mas existia um lugar onde ela esquecia tudo e todos, junto com o seu querido amigo. Um lugar onde ela viajava com ele para todo e qualquer lugar. Um lugar onde ninguém a encontrava, exatamente como ela queria... Debaixo do pé de figueira.

sexta-feira

Aquela que se foi...


No verão, depois do Ensino médio no nosso primeiro encontro, nós nos beijamos no meu Mustang sob o som de Radiohead e no meu aniversário de 18 anos fizemos tatuagens iguais. Costumávamos roubar o bebidas dos meus pais e subir para o telhado, falar sobre o nosso futuro como se soubéssemos de algo, mas nunca planejei que um dia eu perderia você.
Eu era Johnny Cash e você era minha June, nunca um sem o outro, nós tínhamos feito um pacto. Então quando às vezes eu sinto sua falta, coloco aquelas músicas para tocar... Soube por terceiros que removeu a sua tatuagem e quando soube disso, percebi que eu não era mais o seu amor.
Todo esse dinheiro não pode comprar uma máquina do tempo, não posso te substituir com um milhões de anéis; eu deveria ter te dito o que você significava para mim, porque agora eu pago o preço por perder você.


Katy Perry - The one that got away

Remember


Certo dia uma amiga me passou o link de um vídeo com uma música simplesmente tocante, sabe aquela música que vai lá no fundo e te toca como uma ponta de agulha, então, foi exatamente assim. E a ouvindo sem perceber um lágrima desceu, e depois outra, e depois outra, e quando dei por mim estava, talvez, em prantos. Porque? LEMBRANÇAS! Lembranças das coisas já vividas, dos momentos já sofridos e ainda vou sofrer, da supostas amizades que se foram com o tempo e por incrível que pareça eu já tive muitos amigos, muitos mesmo, mas eles se foram com o tempo, hoje eles vivem apenas em uma parte da minha memória na qual eu prefiro não tocar. Mas voltando a música, ela conseguiu tocar em toda e qualquer memória dentro de mim, que acarretou nessas lágrimas. Essa amiga me disse: "Simplesmente é o que acontece quando ouvimos algo (muito bom, diga-se de passagem) com a alma." E é verdade, quando fazemos algo com a alma, quando sentimos fé com a alma e não simplesmente com o racional, tudo é diferente, tudo fica melhor.

Sim eu chorei, chorei com a alma. Vergonha? Não sinto. Frescura? Nem um pouco. Sentimentos? Sim e são sinceros e verdadeiros. Confuso? Estou. Afinal quem nunca esteve ou está confuso? Quem nunca teve um momento conturbado e, talvez, sem saída? Se não teve ainda, se prepare, todo mundo tem um momento assim. Reclamar? Confesso que fico furioso com isso, porque não é nada bom sentir isso e acabo reclamando, reclamando muito, mas depois eu paro e penso: "Tudo tem um motivo para acontecer, há males que vem para bens, Deus sabe o que faz, não vitória sem sofrimento, e no final das contas tudo se resolve." E esse pensamento acaba me consolando...


Esse é o link do vídeo que ela me mostrou, como ela disse, vale a pena assistir: The Moutain

quinta-feira

Aprendendo a viver


Foi então que eu descobri...
Que é preciso amar pra ser feliz;
Que é necessário lutar para conseguir;
Que é preciso tornar os sonhos realidade;
Que de vez em quando vou cair
e sempre vai ser necessário me reerguer;
Que não existe amor perfeito,
mas quando amamos aprendemos a suportar as falhas;
Que nem sempre as pessoas vão fazer
o que esperávamos delas, quem manda é o coração;
Um dia na nossa vida agente acaba aprendendo,
a amar de verdade, a demonstrar nossos sentimentos,
a ser autênticos, a aceitar as pessoas como elas são.
Então aprendemos a viver.

Fran Paiva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...